Preço: margem x markup

Na formação de preços no varejo, é muito comum enganos e confusões acerca dos métodos de cálculo do Markup e da Margem Bruta. Pensando nisso procurei criar um exemplo simples e prático que clareasse o uso desses dois métodos.

A principal diferença entre esse dois métodos de cálculo reside no fato de que:
– o markup é multiplicado pelo custo, e
– a margem bruta é uma parcela do preço.

Quem não percebe isso geralmente pergunta “por que a margem bruta não pode ser maior que 100% ?”. Para quem observa os dois métodos a resposta é óbvia. Observe a tabela abaixo e as fórmulas a seguir e tire suas próprias conclusões.

Comparação entre as duas abordagens básicas de cálculo de preço para o varejo:

Preço 250,00 100%
Custo 200,00 80% (200/250)
Margem Bruta 50,00 20% (50/250)
Markup 1,25 (250/200)

Método do MARKUP

O markup é um multiplicador do custo.

Fórmula
Preco=Custo*Markup

Se a relação entre preço e custo é normalmente constante, pode-se usar o markup, pois sua vantagem está na sua simplicidade de cálculo:
> Markup = Preço / Custo = 250 / 200 = 1,25

Agora é só multiplicar o custo por este índice de acréscimo:
> Preço = Custo x Markup = 200 x 1,25 = 250

Importante: Pode-se perceber pela fórmula que o preço pode ser muitas vezes superior ao custo, portanto o markup pode ter um índice superior a 2, isto é, duas vezes ou mais que o custo.

Método da MARGEM BRUTA

A margem bruta é um percentual (uma parte) do preço. A outra parte do preço é o custo.

Fórmula simples
Preco = \frac{Custo}{(1-Margem)}

A vantagem do uso da margem para o cálculo do preço, reside na relação que este método estabelece com o ganho e não com o custo. Isto permite projetar (prever) um ganho para cada produto e consequentemente para a empresa.
> Margem = Preço – Custo = 250 – 200 = R$ 50,00 (moeda)
> Margem = (Preço – Custo) / Preço = (250 – 200) / 250 = 0,2 (decimal)
> Margem = (Preço – Custo) / Preço * 100 = (250 – 200) / 250 * 100 = 20% (percentual)

Se os valores da margem e do preço estão disponíveis pode-se calcular o custo:
> Custo = Preço – (Margem x Preço) = 250 – (0,2 x 250) = 200

Mas como normalmente tem-se apenas os valores do custo e da margem, e não o preço, um modo prático de calcular o preço pelo método da margem é simplesmente dividir o custo pelo complemento da margem em decimal:
> Preço = Custo / (1 – Margem) = 200 / (1 – 0,2) = 200 / 0,8 = 250

Importante: Pode-se perceber pela fórmula que como o custo e a margem estão dentro do preço, a margem SEMPRE será menor que 100%.

Pode-se detalhar ainda mais a fórmula da margem bruta usando a fórmula CLD abaixo, que decompõe a margem bruta nos seus diversos fatores (em decimal). Além de cobrir os impostos e despesas sobre a venda, a margem deve contribuir para cobrir parte da despesa operacional total da empresa e ainda gerar um lucro para a empresa.
> Preço = 200 / (1 – 0,05 – 0,10 – 0,05) = 200 / 0,8 = 250

Fórmula CLD
Preco = \frac{Custo}{(1-Lucro-DO-Impostos)}

Onde:
Custo = valor de aquisição – impostos creditados + frete pago
DO = despesa mensal sobre a receita mensal (DO=10.000/100.000=0,10).
Impostos = soma dos impostos sobre a venda (decimal)

Para concluir, veja na pergunta abaixo as confusões mais comuns nesse assunto

“Se tenho um produto que custa 100 reais e coloco uma margem em cima de 20%, resulta 120 reais, então meu lucro é de 20%. Certo?”

Vamos examinar cada um dos erros:
1º – Não é margem em cima, e sim markup. O custo será multiplicado por um marcador de 1,2. R$100,00 x 1,2 = R$120,00.
2º – Agora, quanto representa o ganho de R$20,00 do preço de R$120,00? Fácil… 20 dividido por 120 = 16,666%, ou seja, R$20,00 é a margem de 16,67% de R$120,00.
3º – Calculando o preço pelo método da margem ficaria assim, Pv = \frac{100}{1-0,1666}=120.
Resumindo, nesse exemplo, o custo é 100, o preço é 120, o marcador ou markup é 1,2 e a margem é 16,666%.

Artigos relacionados:
Margem bruta, margem de contribuição e margem líquida

Produtos relacionados:
Uma maneira prática e econômica de administrar os preços de seus produtos é usar um software de gestão empresarial apropriado. O Ema ERPx é fácil de usar, simples e poderoso. Saiba mais!

banner-blog-erpx

  • JAIR ROCHA

    Olá, bom dia. Tenho uma dúvida: tenho o meu preço À VISTA (já c/impostos, custos de produção, de venda, margem de lucro, etc.)e, como é À VISTA não previ custo financeiro de financiamento. Ex.: Preço de venda à vista: R$ 500,00 (vai dar: R$ 60,00 ICMS(12%); r$ 50,00 COMISSÃO(10%); LUCRO r$ 75,00(15%), etc.
    Resolvo vender esse produto em 5 parcelas ( tipo CDC )c/juros de 4%am. Pego o meu preço Á VISTA e aplico o multiplicador de 4% em 5x. O valor da Nota Fiscal vai gerar um valor de ICMS, COMISSÕES, etc., maior do que aquele do mark-up. Essa diferença vai sair do meu LUCRO que não será mais de 15%. Como resolver isto numa planilha de excel?
    Se a minha pergunta for inoportuna, por favor, desconsidere.
    Muito obrigado

    JR

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Olá Jair, o Contas ERP tem um recurso que permite inflacionar/deflacionar conforme a condição de pagamento usando uma taxa de juros informada, podendo ainda optar por juro simples ou composto.
      A forma de cálculo vai depender se a empresa tem capital de giro para bancar a venda a prazo ou se vai tomar o recurso no mercado financeiro.
      Você pode ler os seguintes textos para saber mais sobre as fórmulas de cálculo e sobre as formas de apropriação e contabilização.

      • euzimar

        ITAMAR VIEIRA,
        BOM DIA!11
        ESTOU RPECISANDO MUITO DA SUA AJUDA PRECISO CALCULAR O MARKUP DE UM PRODUTO QUE FABRICAMOS MAS NAO ESTOU CONSEGUINDO POR FAVOR ME AJUDE ??
        EUZIMAR
        euzimarmsilva@gmail.com

      • http://ema.net.br Itamar Vieira

        Mas qual é a sua dúvida Euzimar?

  • Thiago da Silva Silv

    bom dia..
    tenho uma duvida…
    tem como trabalhar com o lucro acima de 100% pois se trabalhar com acima de 100 minha formula da erra ela começa a dar negativo o resultado, tem algum formula de se fazer isso algo desse tipo

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Thiago, uma vez que o lucro (parte da margem) é o que sobra da venda (lucro=preço-custo) ele nunca será maior que 100%. Se o custo for igual a zero, no máximo o lucro será igual a 100%, neste caso o lucro seria igual ao preço (receita).

      • http://www.jayfex.com.br Gabriel Soubhia

        Caso queira ter uma margem acima de 100%, existe uma formula para calcular meu preço de venda?

        Obrigado

      • http://www.ema.net.br Ema Software

        Oi Gabriel, como mostra o artigo, isto não é possível. E não há necessidade. Leia o artigo e observe as fórmulas.

        Veja o exemplo abaixo:
        preço R$ 100,00 –> 100%
        margem R$ 70,00 –> 70%
        custo R$ 30,00 –> 30%

        Esta margem (70 reais) é mais que o dobro do custo (30 reais), mas é 70% do preço. O preço é 100%, sempre.

        Talvez a pergunta deva ser outra. Posso ter um lucro maior que o custo? Sim, claro. Mas margem de lucro, que é do preço, não.

    • Junior

      Sim…

      Apenas dobre o valor de custo, so assim poderá ter 100% de ganho.

      • http://ema.net.br Itamar Vieira

        Mas aí não é margem de lucro… uma parte do preço/receita. É um percentual sobre o custo…. outra coisa. E o objetivo aqui é aprender o correto.

  • Vinícius C. Moreira

    Margem = preço – custo = 250 – 200 = R$ 50,00 (moeda)
    Margem = (preço – custo) / preço = (250 – 200) / 200 = 0,2 (decimal) errado pra mim esse valor de 0,2. Valor não seria 0,25?
    Margem = (preço – custo) / preço * 100 = (250 – 200) / 200 * 100 = 20% (percentual) – Valor seria 25%?
    Acho que ocorreu um equívoco.
    Posso estar errado também.
    Muito bom o material
    Grato

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Obrigado Vinícius, tinha um erro mesmo. Havia mudado a forma de apresentação e acabei trocando um número. A fórmula e o resultado estão corretos, mas o valor do preço estava incorreto, é 250 e não 200. Aproveitei, conferi tudo e arrumei outro erro na fórmula seguinte, a do custo. Acho que agora está tudo correto.

  • Marcio S de Medeiros

    Ola, Itamar.

    Os valores usados por nosso amigo Vinicius, te levou a se equivocar na questão levantada.
    Formula:
    Margem = (preço – custo) / preço = (250 – 200) / 200 – O erro esta aqui, Preço (250) e não (200) como esta na observação.
    Portanto seu raciocinio e do Vinicios estão certo, o que esta errado é apenas o valor.
    Abraços,
    Marcio Sergio de Medeiros

  • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

    Oi Márcio, entendi o seu comentário. Mas é que o Vinícius usou os meus números antes da correção, mostrando que não dava o resultado esperado. Aí percebi que tinha trocado um número, como expliquei acima e você também. Eu é que bolei as trocas, quer dizer, troquei as bolas.

  • Luciano

    Como calculo:
    O custo do produto para o varejista é de R$1.000,00. Qual será o preço na loja se ele pretende ter
    um mark-up de 45% sobre o preço de venda?

    Aguardo resposta,

    Grande abraço!

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Oi Luciano, é bem simples:
      Se for mesmo markup –> Preço = 1000 * 1,45 = R$ 1.450,00.
      Mas se for uma margem de 45% –> Preço = 1000 / (1 – 0,45) = R$ 1.818,18.

  • Luciano

    Tenho uma duvida, como faço o calculo, tenho um montante vendido no mes(R$) e uma margem(xx,x%) ate o momento, preciso dar um desconte em um pedido que dara um determinado valor e margem menor do que eu tenho no total. Como calculo o valor que esse pedido ira contribuir no meu montante e se sua margem afetara a margem total, até que ponto esse pedido é interessante aplicando o desconto determinado?

    Grato

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Oi Luciano, essa pergunta pode levar a dois pontos de vista:
      1. Visão puramente financeira – como a margem é para cobrir diversos custos locais (do produto em si) e globais (da empresa como um todo), vai depender de qual fatia da margem é o percentual de lucro. Teoricamente você poderia baixar o preço até um percentual igual ao lucro. Não teria lucro mas também não teria prejuízo. A pergunta é: que motivos você teria para vender se não vai ganhar nada? O que nos leva ao segundo ponto de vista.
      2. Visão sistêmica – vai depender do que você está vendendo, do volume e para quem está vendendo. Há perspectivas de vender mais e com melhores margens no futuro? Etc. De um modo geral são questões intangíveis. Do lado tangível, há ainda outros indicadores que podem auxiliar nesta decisão, nesta ordem: Ganho, Investimento e Despesa Operacional. Todos globais e em regime de caixa. Para mais informações leia o artigo sobre indicadores.

  • Luciano

    Obrigado pela explicação, mais continuo com duvidas, vou ser mais exato.
    Ex hoje e dia 26/01/10 em um total de 20 dias uteis, mes restam ainda 3 dias tenho um uma venda bruta de 1.600.000,00 com margem total de 17,45%, com uma meta a fechar de 2.000.000,00 (no mes) e a margem total no final do mes tem que ser superior a 16,00%. Tenho um pedido 6.800,00 que com os descontos me deixou com uma margem 11,68%, como faço o calculo para saber quanto esse pedido ira ser posito no meu montante total da meta para fechar o mes, e como ele ira impactar na minha margem total.

    É importante fechar o pedido de 6.800,00 para aumentar a venda, mais e a minha margem ira abaixar muito?

    Por favor, preciso dos calculos matematicos para obter essa resposta.

    Abraços

  • Luiz Fernando

    Galera, busco uma informação que vasculhei e ainda nao encontrei.
    A situação é:
    empresa optante pelo lucro real
    tem custo de aquisição de mercadoria (ja descontado os impostos de credito “icms, pis, cofins, ipi) igual à $100
    ela resolve vender obtendo uma margem de lucro igual a 10%
    vai recolher icms/venda de 18% e IPI 10%
    a pegadinha é: o IPI integra a base de calculo do ICMS
    por quanto deve ser vendido o produto?
    pensei em algo como:
    Preço de Venda = Custo de aquisição / (1-icms + ipi + margem de lucro)
    Preço de Venda = $100 / (1-0,18+0,10+0,10)
    Preço de Venda = $100 / 0,62 = $161,29
    ************
    porem calculando dessa maneira eu tulizo a mesma base de calculo para todos os indices, qdo na realidade meu lucro e meu icms teem base diferentes do IPI.
    que formula devo usar para resolver isso?

    • Ricardo

      Cálculo correto traz lucros para a empresa Para chegar ao preço de venda a ser repassado ao consumidor, é necessário utilizar fórmulas que possibilitem alcançar o número correto. Lembre-se que o objetivo ao definir o mark up é incluir os impostos, o lucro e outros percentuais que incidem sobre o valor do preço final. De acordo com Ulisses Coppi Júnior, diretor da Agest Assessoria e Gestão Empresarial (Campinas/SP), para se avaliar se o preço de venda vigente é compatível com o praticado pela concorrência, deve-se realizar uma análise de pesquisa de mercado. “A fórmula matemática é apenas um indicador de qual seria o valor ideal a ser praticado pela empresa. O consumidor pode pagar mais ou menos pelo produto dependendo, principalmente, do preço dos concorrentes e da forma de pagamento oferecida”, destaca. O consultor explica que, ao contrário do que muitos acreditam, o mark up é um número puro e não um percentual. “O valor é resultante da equação: 1 (um) menos a soma dos percentuais que incidem sobre a venda. Desta forma, por exemplo, incluem-se 18% de ICMS, 0,65% de PIS, 7% de Cofins e, se o lucro desejado for de 15%, teremos uma soma total de 40,65%. Este valor deve ser dividio por 100, chegandose a 0,4065. Dai se faz a subtração 1 (um) menos 0,4065, que resulta no valor 0,5935.
      Ulisses argumenta que se o custo do produto for R$ 100, já incluso as despesas fixas, teremos um preço de venda de R$ 168,49, que é o resultado da divisão do valor inicial (R$ 100,00) pelo fator 0,5935. Deste valor, será abatido R$ 30,33 de ICMS, R$ 1,10 de PIS, R$ 11,79 de Cofins e R$ 100 do custo do produto. Sobra então R$ 25,27, que dividido por R$ 168,49 resulta 0,15, ou seja, 15% de lucro, conforme foi estipulado no momento do cálculo do mark up.
      Segundo Ulisses, o erro mais comum na hora de estipular o preço final é considerar percentuais que não incidem sobre a
      venda, mas sim sobre outro fator qualquer, como despesas fixas. “Outro engano é introduzir a taxa de juros para a venda à vista, pois o preço fica muito alto e fora de mercado. O correto é calcular o preço de venda à vista e posteriormente acrescentar o juros para a venda a prazo, utilizando a matemática financeira”, informa.
      De acordo com o consultor organizacional Carlos Basso, o mark up é o metodo mais comum utilizado pelas empresas. Embora não seja o adequado na opinião do especialista, ele é simples e prático. “O cálculo do preço de venda consiste na multiplicação do preço de compra por um percentual de acréscimo que o administrador define. O mark up representa a diferença entre o preço de venda e o de compra, também conhecida como margem bruta”. Segundo ele, o lucro é o montante que resta do valor de venda, depois de descontados o custo de aquisição da mercadoria, todas as despesas
      e os impostos.

      • Ricardo

        Pessoal eu tenho uma situação semelhante mas tenho que incidir um IVA de 38; vocês podem me ajudar nessa formula? O mark Up seria 1,3 aprox. e ICMS . PIS, COFINS e IPI podem ser o mesmo do exemplo.

  • AULUS SENA

    BOA NOITE PESSOAL. VOCES PODERIAM ME ENVIAR VIA EMAIL UMA PLANILHA QUE EU PUDESSE USAR PARA CALCULAR MARGEM BRUTA VALOR (R$) E MARGEM BRUTA PERCENTUAL? PRECISO PARA DESENVOLVER A PRECIFICACAO DE ALGUNS PRODUTOS.

    MUITO OBRIGADO

  • Meireles

    Ola….

    Gostaria que me ajudasse a resolver a seguinte questao:
    Preço de venda do produto com as discriminaçoes

    compra. R$ 100,00
    Custos de compra. 10%
    custos com venda. 10%
    Lucro. 150%

    Venda..??

  • Oswaldo Luiz Rodrigues

    Tenho uma dúvida, tenho um produto com o custo de $ 3,50 já com impostos e o cliente diz que trabalha com 40% de markup como devo fazer o calculo para chegar ao preço de venda, e vice e versa

  • Mariane

    Olá Itamar, tenho uma dúvida, você recomenda usar um markup só para aplicar em todos os produtos ou utilizar markups diferenciados??
    Hoje tenho um problema, porque na minha empresa tem 5 markups diferentes dependendo do produto, devido a isso muitos vendedores questionam se o preço está correto ou não, porque muitas vezes um produto que dá mais trabalho de fazer fica com um preço pararecido com o outro que dá menos trabalho.
    Como nunca trabalhei com custos antes não sei se essa forma é usada em outras empresas também e se estamos trabalhando da maneira correta…

  • Juliana

    Olá, gostaria de saber em que caso uma empresa deve formar o preço de venda por meio dos custos? e se o preço de venda for dado pelo mercado, o que fazer?

    • http://www.ema.net.br Ema Software

      Oi Juliana, acho que essa é a questão principal. Formar preço baseado no custo quando a empresa atua sozinha em um nicho não há problema. Mas num mercado normal, é um risco estabelecer o preço dessa maneira. As fórmulas existem para serem usadas principalmente como ponto de partida, como uma referência, mas elas sozinhas não deveriam estabelecer o preço. Na verdade é o mercado quem estabelece o preço. E aqui, mercado, significa cliente e concorrente. Após o cálculo deveria-se fazer a seguinte análise: o cliente pagaria esse preço? Como ficaria em relação à concorrência? Tem-se algum diferencial? Se positivo, pode-se cobrar um pouco acima e trabalhar para que os clientes percebam esse valor. Se não, o preço deveria ser no máximo igual ao do concorrente.

      • Juliana

        Muito obrigada!
        Sua resposta foi de grande utilidade para mim ^^

  • http://* Rodrigo Librandi

    Pessoal tenho um produto com custo industrial de R$0,73, se eu utilizar a formula indicada acima, com os seguintes itens no markup

    ICMS 12,00%
    PIS 0,65%
    COFINS 3,00%
    C. Social 1,08%
    I. Renda 1,20%
    Devoluções 0,50%
    Fretes 2,50%
    Comissões 3,00%
    Desp. Financ. 2,50%
    Administração 10,00%
    Margem Lucro 63,56%
    Total 99,99%
    Índice 0,0001

    Este produto tem que ser vendido a R$7299,17, o preço não é real, como resoldo isto???

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Rodrigo, esse não é um cálculo pelo markup e sim pela margem bruta. Por favor leia atentamente o artigo. Mas… vamos lá, colocando cada coisa em seu devido lugar.

      1, Custo = R$ 0,73: quando você fala em custo industrial está falando em custo totalmente variável, certo? Ou seja, o valor de aquisição das matérias-primas menos impostos. Porque custos que embutem despesas indiretas e feitos por rateios tortos acabam gerando muitas distorções.
      2, Impostos = 16,73%: só os incidentes sobre a receita, certo? icms, pis, cofins, cs.
      3, Outras deduções da receita = 5,5%: fretes, comissões.
      4. Custo de funcionamento = 14,2%: esse percentual é facilmente calculado dividindo o total de despesas pela receita total. Mas você preferiu calcular de outra maneira: Devoluções? Desp. financeiras? (e como ficam as vendas a vista?). Imposto de renda? não é sobre o lucro? Bom, mas não conheço todo o cenário da sua empresa. E despesas com administração. Como são apurados esses percentuais? Desse jeito, aqui tem muita margem para erro.
      5. Margem de lucro: 63,56% não é muito? Se é a bruta, deve estar duplicando algumas das despesas acima citadas, gerando mais distorções ainda. Empresas de tecnologia como Microsoft, Google e Apple tem lucro entre 28% e 30%. Empresas do varejo como o Angeloni tem lucro entre 2 e 2,2%. Que mercado maravilhoso é esse que permite um lucro desse tamanho? Deve ter algo errado aqui, não acha? Se for real, logo virão os concorrentes e farão você baixar os seu lucro até níveis competitivos.

      A fórmula está certa e o seu cálculo também, o problema está nos dados. O resultado só ficará correto quando os dados fornecidos também estiverem corretos.

  • Francisco Sobrinho

    Como posso saber a margem de lucro liquida no varejo se não sei os valores dos impostos que o cliente coloca no produto

    • http://www.ema.net.br Ema Software

      ???

  • SHIRLEY LEONG

    No markup devo considerar o IPI e a Substituição Tributária?

    • http://www.ema.net.br Ema Software

      Shirley, todo valor que estiver entre o custo de aquisição (ou produção) do produto e o preço final, deve estar no markup. Apenas cuide para não incluir a parcela desses impostos que você se credita. Se você paga 11% de IPI sobre o preço final de seu produto, isso vai aumentar o seu preço. Mas se você se credita do IPI pago nas matérias primas, esse valor vai diminuir o seu custo da matéria prima. Ficou claro?

  • Fábio

    Como elaborar preço de venda do produto adquirido junto ao revendendor para vender pela internet.E qual a margem ?

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Fábio, essa resposta sai do escopo desse artigo. A próxima pergunta ajudará você.

  • Carvalho

    Olá, ótimo artigo!!! Li, reli mas ainda ficaram algumas dúvidas. Acho que existe diferença entre quem fabrica e quem vende varejo. Você pode me ajudar?
    Trabalho com varejo de moda e acredito que os custos para formação de meu markup são diferentes dos apresentados no post.
    Se ao comprar uma peça de roupa por exemplo eu já pago os impostos (icms + pis + cofins + c. social) ele já não está embutido no custo da mercadoria? Deixo este valor de lado e incluo em minha conta apenas o Simples Nacional que no meu caso é 5,47%? Além disso devo incluir no meu custo para formação de preço: 2% comissão vendedor + 3% do custo médio do frete (cálculo já feito por mim) + 5% taxas das operadoras de cartão de crédito e débito + 10% de desconto (margem para descontos que o cliente sempre pede ou promoção eventual) + 24% custo fixo diluido (movimento R$ 35.000,00 e meu custo fixo é R$ 8.500,00 aproximadamente). Como trabalho com moda o mercado costuma praticar margem de 100%. Logo qual seria o meu markup ideal para manter meu negócio saudável? Lógico que antes de analisar o preço dos concorrentes. Grato! Abraços

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Olá Carvalho, boa pergunta… vamos ao seu caso passo a passo:
      - Se ao comprar uma peça de roupa por exemplo eu já pago os impostos (icms + pis + cofins + c. social) ele já não está embutido no custo da mercadoria?
      No seu caso sim. Mas se você pagasse esses impostos também na venda, os da compra não seriam custo pois você se creditaria deles. Ou seja, na hora de pagar o imposto da venda você descontaria os impostos já pagos na compra. Entendido? Mas no seu caso que paga o simples, esse crédito já está é considerado ao montar a sua tabela de pagamento do simples.
      - Deixo este valor de lado e incluo em minha conta apenas o Simples Nacional que no meu caso é 5,47%?
      Sim
      - Além disso devo incluir no meu custo para formação de preço: 2% comissão vendedor + 3% do custo médio do frete (cálculo já feito por mim) + 5% taxas das operadoras de cartão de crédito e débito
      Sim o que já dá 10%
      - Mais 10% de desconto (margem para descontos que o cliente sempre pede ou promoção eventual)
      Bom, se o seu mercado é assim, então está certo. Mas lembre-se, você poderia trabalhar com o preço justo, sem descontos. E fazer dessa atitude a sua marca… Aqui não enganamos o cliente com falsos descontos. Nosso preço é justo. E não teria esses 10%.
      - Mais 24% custo fixo diluido (movimento R$ 35.000,00 e meu custo fixo é R$ 8.500,00 aproximadamente).
      Esse é o seu custo de funcionamento… 8500 / 35000 = 0,24 = 24%. Esse percentual está auto.. é bom calcular todo mês e trabalhar para baixá-lo, diminuindo despesas e aumentando as vendas.
      - Como trabalho com moda o mercado costuma praticar margem de 100%.
      Vamos corrigir isso… se o seu markup é 2, a sua margem bruta é 50%. Mas você levantou todos os dados e agora vai aplicar um markup cego?
      A pergunta certa é: dos 35000 de faturamento quanto você precisa que sobre depois de pagar seus custos e suas despesas? R$ 5.250 (15%)?
      - Logo qual seria o meu markup ideal para manter meu negócio saudável? Lógico que antes de analisar o preço dos concorrentes.
      Vamos somar: 5,47 + 10 + 10 + 24 + 15 = 64,47 %
      Isso mostra o seguinte: Do seu preço ou do seu faturamento 65 % é sua margem bruta e o seu custo é 35%.
      Entãos seus preços podem ser calculados de 2 maneiras:
      1 – preço = custo / (1-0,65) = custo / 0,35 (Margem)
      2 – preço = custo x 2,86 (markup)

      O que você tirou de conclusão disso tudo? Viu os números? Como está seu negócio? O que você vai precisar mudar?

      • Carvalho

        Obrigado pelo pronta resposta e pela qualidade e atenção dedicada!

        Posso fazer mais algumas perguntas? Se meu faturamento é R$ 35.000 e minha margem bruta é 65% (R$ 22.750) eu tenho que estabelecer um valor para eu poder tirar de lucro (R$ 8.000,00 por exemplo) e reinvestir o restante em novas mercadorias evitando que a loja fique cheias ou vazia demais. Até então vinha praticando markup de 2.0 mas venho enfrentando dificuldades já que para abrir meu negócio precisei pedir alguns empréstimos e tenho que arcar com um custo extra por mais 6 meses e isso não posso repassar ao custo. Tenho sentido dificuldade de achar o ponto de equilíbrio.
        Além disso o meu markup possível seria de 2,4 de acordo com meu público alvo, contra o de 2,86 calculado acima (que é altíssimo e torna meu preço de venda alto e fora do mercado). O que você indica além de reduzir custos? Neste caso a minha margem cai bastante. Para evitar que eu trabalhe, trabalhe e não consiga o resultado esperado? Qual seria uma margem justa para se trabalhar? Ou seja se eu tiver um markup de 2,4 diante desse ambiente apresentado e comprar R$ 10.000,00 em mercadoria ao mês para reposição, o quanto eu consigo tirar de lucro real para mim? Sei que são várias perguntas, mas você poderia me ajudar com mais estas questões? Muito obrigado! Abraço!

      • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

        Carvalho, para evitar novos enganos de avaliação dos seus números é preciso cuidar para compará-los segundo o mesmo critério. As análises de resultado precisam considerar o regime de apuração dos números, quando são gerados (regime de competência, para as despesas e receitas/faturamento) e quando são quitados (regime de caixa, para os pagamentos e recebimentos).

  • Marcelo Carvalho

    Itamar, boa tarde!
    Tenho algumas dúvidas em meu negócio para calcular meu preço e ainda estou engatinhando nisso. Estou calculando além de minhas despesas variáveis o custo fixo de minha empresa para que eu possa chegar a meu preço de venda ideal. minha pergunta é o valor de faturamento mensal deve incluir o que eu realmente recebi dentro do mês ou devo considerar as notas faturadas e dadas os prazos, por exemplo 28, 35 e 42 dias. se assim for terei que lançar no cáculo as operações feitas com o banco onde perco em torno de 6% no valor de cada boleto, é isso? Me ajude essa é a primeira de muitas

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Marcelo, para efeito de cálculo de preço deve ser usado os valores das despesas e receitas em regime de competência, ou seja, os valores faturados. Mas o que você gasta com os bancos, as despesas financeiras (variáveis), também devem ser contabilizadas. Para evitar erros o correto é você fazer um levantamento de mercado (clientes e concorrentes) e ver os preços que você pode praticar. A partir daí buscar a adequação de seus custos e margens para que seu negócio seja viável no mercado em que está inserido. Mas mesmo assim, você vai precisar de indicadores e relatórios de gestão em regime de caixa (financeiros de curto/médio prazo) e em regime de competência (econômicos de longo prazo) para ver o seu negócio de diferentes ângulos e garantir que você vai ganhar dinheiro hoje e no futuro.

  • leonardo M. Pereira

    Meu nome e leonardo e tenho uma merceária estou com uma duvida enorme de como montar o meu preço usando o Markup. Neste caso eu faturo 25.400 tenho uma despesa de 6274,12 e uma despesa de 5% no cartão de Credito e Debito.
    Se alguem poder me ajudar o mais rapido entre em contato no meu e-mail leo.mpereira@terra.com.br.
    O Meu caso e o do carvalho e um pouco parecido eu só não consigo entender e como faço para chegar nas porcentagem que ele mencionol. Neste caso seria, o Simples Nacional que no meu caso é 5,47%? Além disso devo incluir no meu custo para formação de preço: 2% comissão vendedor + 3% do custo médio do frete (cálculo já feito por ele) + 5% taxas das operadoras de cartão de crédito e débito + 10% de desconto (margem para descontos que o cliente sempre pede ou promoção eventual) + 24% custo fixo diluido (movimento R$ 35.000,00 e meu custo fixo é R$ 8.500,00 aproximadamente).

    • http://www.ema.net.br Itamar Vieira

      Leonardo, juntei as suas perguntas numa só. Veja como ficou… os números não estão claros. Ler o artigo com calma, aprender o método e levantar cada número do processo escolhido valerá cada minuto usado nesse trabalho para não ficar na mão dos outros.

  • Cesar

    Estou com uma dúvida.
    Quando calculo o mark up com base no custo não tenho dúvidas quando a soma de impostos e margem fica abaixo exemplo:
    Impostos: 25% ou 0,25
    Margem desejada: 30% ou 0,30
    Então: 1-0,55 = 0,45
    Custo de R$ 100,00
    R$ 100,00 / 0,45 = Preço de Venda R$ 222,22

    Mas a dúvida consiste quando a margem desejada é maior que 100%, somado ao percentual dos impostos de 25%, obtenho um valor de 1,25, assim (1-1,25) = -0,25.
    E se dividir o custo por -0,25 ficaria assim:
    R$ 100,00 / -0,25 = (-) R$400,00.

    Como faço essa conta???

    • http://www.ema.net.br Ema Software

      Olá Cesar, sua dúvida está relacionada com o cerne deste artigo e pode significar que ainda tenho que melhorar muito o artigo. Mas fique tranquilo, esse é o engano mais comum em precificação e você não está sozinho nessa.
      É o seguinte, a margem bruta é uma parte do preço e não do custo. Portanto se seu produto tem um preço de R$ 100,00, a margem máxima é 100. Não tem de onde tirar mais do preço, concorda? Seu pensamento está preso ao custo. O markup sim, é em relação ao custo, 125 % do custo, ou seja, 2,25 vezes o custo. Mesmo que você só conheça o custo, não importa, tem que informar é a margem do preço para calcular o preço.
      O cálculo é o seguinte: custo = 100 reais, margem bruta = 125 reais, portanto preço = 225 reais. Como 125 reais de um total de 225 equivale a 55,56%, portanto essa é a margem, e não 125%. Ficou claro?
      Agora o cálculo pela fórmula: preço = custo / (1 – 0,5556) = 100 / 0,4444 = 225,00 reais. Fechou.

  • Thonny Robert

    Ola Itamar,
    me ajuda em algo, como calcular o preço de venda de um produto que custa 29,93, sendo que tenho de custo com, estrutura da loja (1210,00) + 1 funcionario (785,40 ja com inss e fgts) + honorario do contato(140,00) + prolabore (20% do valor total do custo) e 50% do valor de prolabore para investimento, o que me da um total de 2.776,02, entao vem a pergunta qual sera o meu markup para aplicar sobre essa mercadoria para que eu cubra o valor total dos meus custos lembrando que tenho 26 dias uteis para realizar minhas vendas e alcançar este valor.

    Espero ter cido claro, vou ficar muito agradecido se você puder me responder.

    Obrigado.

  • Thonny Robert

    Ps. esqueci de mencionar que normalmente no meu segmento nos comerciantes marcamos ou simplismente jogamos em cima 100% sobre o valor de custo do produto, mais fico na duvida se isto é o certo e se realmente vai cobrir minhas despesas.

    Obrigado.

  • ALEXSANDER

    PREZADO ITAMAR.

    GOSTARIA DE UM ARTIGO SOBRE MARKUP. PODE FORNECER. SEU BLOG É ÓTIMO ESTAREI SEMPRE POR AQUI.

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      oi alexsander, esse artigo aqui, por enquanto, é o que tenho para lhe oferecer. bom proveito!

  • Oliveira

    Bom dia Itamar .
    Por favor , tenho uma duvida na questao de formacao de preco. Thabalho em uma grafica de pequeno porte.Minha duvida eh : Tenho ja calculado todos os custos operacionais …. homem hora etc … o que gostaria de saber eh que se no calculo de formacao de precos , no momento que estou formando o preco (exemplo 1000 material + 500 custos totais ..) ai que fica a duvida , posso colocar minha intencao de margem sobre estes 2 valores ? Ou sobre o meu custo essa margem nao se aplica ? obrigado.

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Oi Oliveira, o engano é sempre o mesmo. Leia novamente o artigo com calma até entender a causa do engano e fique livre de perguntar para alguém, fique autônomo. Acho que vou fazer um vídeo para explicar isso com outra linguagem. Mas tentando responder a sua pergunta… note, sua pergunta não te ajuda a encontrar a resposta, não tem resposta pra ela. Mas vou fazer o cálculo pra você de duas maneiras, chutanto alguns dados:
      A) Preço = custo direto * markup; normalmente o custo direto é apenas o material. Normalmente não tem como saber que parte da mão de obra vai nesse produto. Então ela vai junto com todas as despesas da empresa. Ficaria assim Preço = 1000 x 2 = 2000. Mas para isso você teria que saber quanto é esse markup. Dois significa que seus custos indiretos mais o lucro representa 100 do custo direto.
      B) Preço = custo / (1 – (despesas totais + lucro)); Isso dá Preço = 1000 / ( 1 – 0,7) = 1000 / 0,3 = 3.333,33.

  • Kaka

    Bom dia! Tenho uma duvida sobre murkup e margem. Porque toda vez que vou calcular da uma diferença de quase 0,05 a 0,10 centavos quando uso markup em vez da margem. Por exemplo : Calculando o preço de vendo usando a MARKUP de 20% sobre meu preço de custo de por exemplo R$ 10,00 => 10+20% = 12
    meu preço de venda seria R$ 12,00. Para que eu saiba a MARGEM DE LUCRO basta usar a seguinte formula M = Pv – Pc / Pv *100, substituindo, M = 12 – 10 / 12 * 100 = 16,6666. Minha margem de Lucro e 16,666..%.
    ….POREM….
    Se eu fazer o preço de vendo usando a MARGEM DE LUCRO de 16,66%¨pela formula Pv = Pc / 1 – i, onde, i=margem, substituindo, Pv = 10 / 1 – 0,16 => 11,90.
    VIU A DIFERENÇA….
    Quando usei MARKUP de 20% de 10,00, obitive o preço de venda de 12,00
    Quando usei MARGEM de 16,66% que é a margem de lucro quando uso o markup de 20%, obtive 0,10 centavos a menos. Porque da essa diferença?

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Kaka, você fez tudo direitinho, apenas não usou todos os dígitos e o resultado deu uma dízima periódica. Se você arredondar, use a seguinte regra para amenizar o erro: se o primeiro dígito que vai ficar fora do arredondamento for menor que 5, arredonda para baixo. Se for igual a 5 ou maior arredonda para cima. Ex.1: 16,666666666666 arredonda para 16,67. Ex.2: 16,6644444444444 arredonda 16,66. Mas lembre-se, para não dar diferença nenhuma teria que usar todas as casas decimais.

      • Kaka

        Certo.

        Muito obrigado!

  • felipe

    gostaria de saber qual o calculo ideal para minimercado..?
    tenho uma despesa de 30% sobre o faturamento,mais tem produto q da pra por só 3% para nao fugir do preço da concorrencia.como eleorar o preço de venda?

  • felipe

    bom dia .tenho um minimercado e gostaria de saber a respeito de formaçao de preco.hoje a empresa esta faturando 60,000,00.e um total de despesa de 20,000,00 entre essa despesa ai de traz esta um emprestimo de 6,000,00 por mes. fora isso mais 5% de despesa com cartos e imposto..qual seria o calculo real de todo esse custo..o emprestimo entra no markup?qual seria o limite de compras por mes em relacao a esse faturamento vx gastos?

  • wender

    boa noite…tenho duvida
    estou com uma industria, mas no momento vou revender o produto…o preço de custo dela é de 2,06
    minha industria esta no simples, eu tenho que jogar o valor do tributo para repassar esse produto.
    preço de venda sugerido é de 2,94 a 3,21
    obrigada
    wender

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Wender, não ficou muito claro pra mim a sua dúvida. Mas… pelo panorama que você mostra posso lhe adiantar o seguinte antes de sua próxima pergunta.
      Com um custo de 2,06 e preço sugerido na faixa de 2,94 a 3,21 você terá uma margem bruta na faixa de 0,88 (29,93%) a 1,15 (39%). Você não falou a faixa de alíquota (4,5 a 12,11%) do simples que sua empresa está e nem outras despesas diretas, então, tomando uma média de 8% para o simples, significa que esse produto contribuirá com cerca de 22% (29,93-8) de seu preço para cobrir as despesas indiretas da empresa e o que restar será lucro. Falei isso apenas para mostrar um raciocínio correto na hora da precificação de um produto ou de decidir se ele ajuda ou não a empresa. Mas é um panorama parcial. Precisa saber se é o único produto ou não, volume de vendas, etc. Auxiliou? Não? Então me ajude a entender melhor o seu problema.

  • Marcela

    boa tarde, analisando os dados de minha empresa ano passado, obtive os seguintes dados:
    Custos fixos totais= 37% da receita total
    Custos variaveis totais= 60% da receita total
    ou seja minha margem foi de 3%.
    Como devo calcular meus preços em cima do custo unitario da mercadoria para obter um lucro de 30%?

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Marcela, a questão é como você está formando o seu preço agora? Que resultou nessa aparente margem de lucro. O que posso lhe dizer é que você vai precisar estudar o método de cálculo da Margem Bruta explicado no artigo acima. É simples! Faça um cálculo comentado de um dos seus produtos. Depois nos envie pra gente comentar e corrigir se necessário.

  • Kelly

    Itamar poderia me ajudar.
    Coluna a preço de custo
    coluna b preço de venda
    Preciso achar o markup e em cima da porcentagem do markup o a porcentagem de comissão.
    ex. trabalho com markup 55 a 66 1%
    66 a 77 2%
    estou com duvida como fazer esse calculo no excel

  • http://www.outlook.com Mayara

    oii to com duvidas em margem de lucro praticada pela empresa de 15% ,tenho o custo de produção Cp(x)=9,45x+84250
    ICMS 12%
    PIS 1,65%
    COFINS 3%
    COMISSAO DO VENDEDOR 3,35%.
    QUERO SABER O PROÇO DE VENDA DE CADA MERCADORIA,SE O VALOR MINIMO DESTE PREÇO DEVE SER O CORRESPONDENTE CUSTO MEDIO DE CADA PRODUÇAO DE 90000 MERCADORIAS

  • alan

    oi boa noite meu nome e alan gostaria de saber qual a diferença entre mark up e margem

  • Micaele

    Preciso de uma resposta URGENTE.
    Uma loja de moveis adotou uma margem bruta de comercialização de 80% sobre o custo de aquisição. Se concedesse 10% de desconto nas vendas a vista, então qual será a margem de comercialização nas vendas a vista em relação ao custo de aquisição?

    Aguardo respostas…

    • http://www.ema.net.br Ema Software

      Tá meio confuso, mas… vejamos se dá pra ajudar:
      Não é margem bruta sobre custo… mas sim o uso de um marcador (markup) sobre o custo.
      Portanto, de maneira bem simples, tomando o custo como R$50, ficaria assim, PREÇO = custo x 1,8 = R$50 x 1,8 = $90.
      Com 10% de desconto o preço a vista fica assim… 90 – (10%) = 81.
      A margem bruta (real) fica assim… MARGEM BRUTA (em reais) = 81 – 50 = R$29. MARGEM BRUTA (em %) = 29 / 81 = 35,8%.
      Ou seja, a empresa vai ficar pra ela com 35,8% do preço (R$29), o restante é custo, que fica com o fornecedor.

  • Pingback: Margem bruta, margem de contribuição e margem líquida | Ema Software()

  • marina

    Por gentileza!Vou ser mais direta:Exp.Tenho uma nota em mãos,valor total dos produtos R$ 1637,93
    Valor total da nota,R$ 1262,65.
    Base cálculo ICMS 130,71
    Valor do ICMS 22,22
    Desconto 533,39
    Outras despesas acessórias R$ 158,11.

    Sou nova nesta área,como faço para por preço em minha mercadoría,sou varegista,Grata.

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Então Marina, faltou a quantidade de produtos para os cálculos unitários. Mas faz o seguinte, pra aprender, leia o artigo e depois faça o cálculo. Posta aqui a resposta que te auxilio nas dúvidas.

  • http://gravatar.com/thonnyrobert Thonny

    Prezado Itamar novamente ola, veja se pode me ajudar, tenho uma sapataria e gostaria de saber se estou marcando da forma correta. Vamos la, compro da fabrica X um tênis casual feminino que custo 19,90, no caso compro 24 pares desse produto. Tenho um custo fixo de 1431,00 mais os variáveis que são publicidade, negociações de divida, fundo de reserva e impostos de aproximados 2500,00. esse mesmo produto de 19,90 na concorrência é vendido por 39,80 ou seja 100%. Mais a pergunta que faço é a seguinte qual é o markup para se alcançar esse valor de 39,80. Como encontra-lo e como saber ao final de tudo qual a margem de lucro real que vou ter nesse produto.

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Thony, você muda o valor da publicidade em funçaõ do volume de venda? Provavelmente não. Então esse valor de publicidade é fixo. E os outros valores? Depois continuamos. Me escreva ema@ema.net.br.

  • Silvio

    Prezado Itamar:
    Já conheço meu markup (125%), e a princípio me parece um bom negócio. Entendo que não estamos falando que este número representa a margem de lucro. Pelos meus cálculos, a margem de lucro ficará em torno de 60%.
    Você poderia me confirmar se estou próximo dos números corretos?

    • http://ema.net.br Itamar Vieira

      Olá Silvio,

      se você está querendo dizer que coloca um percentual de 125% em cima do custo, então seu markup é 2,25. Assim sua margem bruta de ganho é 55,56%. Ok?

  • http://gravatar.com/andreateixeira andreateixeira

    Se sou optante pelo regime não cumulativo e adquiro um produto por R$18,92, sendo que terei direito a credito de 7% de ICMS e 9,25% Pis e Cofins e venderei esse produto por R$29,50, sendo que incide sobre a venda 17% de ICMS e 9,25% Pis/Cofins. Qual é a margem bruta e a margem de contribuição do produto?

  • http://shoppinginformatica.loja2.com.br/ Jose Delfino

    Como estou começando agora estou tentando entender o mark up vou tentar fazer bem certinho
    Obrigado

  • Luciane

    quais as desvantangens na utilização do mark-up???

    • http://ema.net.br Itamar

      O markup é mais prático, por isso é mais usado no varejo. Mas pra mim ele incentiva uma atitude de calcular de memória que não colabora para uma cultura de ganho na empresa. As pessoas se acostuma com esses multiplicadores e não revisam seus custos. Porque no momento da formação do preço, apenas multiplicando um número pelo custo, ele não dá a dimensão de ganho. Tanto é que é muito mais comum os erros de quem usa markup do que os que usam a margem bruta. Experimente usar os dois métodos para entender isso.

  • Gabriela

    Oi Itamar,
    sou designer e fiz uma parceria com uma fabrica para desenvolvimento de coleções. E como quase todos aqui estou tendo muitas dificuldades em precificar o produto.

    Considere que: a fabrica esta consignando o produto comigo e não esta tendo o lucro em repassa-lo pra mim. Entretanto me pediu 10% do preço de venda para o cliente (logista). Estamos querendo cortar custos no meio do caminho, Eu não quero abrir uma empresa que compre os produtos deles e revenda (senão terei acumulo de impostos…)

    Eu presto serviço (criação e desenvolvimento e distribuição) estou abrindo uma empresa de prestação de serviços e minha parte será “royalties”.

    Duvidas:
    1) Os impostos são acrescidos ou descontados do preço fabrica?
    Por exemplo:
    100+24% ou X-24%=100??

    2) Os representantes receberão 15% de comissão (de onde sairão tb seus custos fixos), sobre o preço de venda para o cliente. Assim como a margem de 20% para ser dividida entre mim e a fabrica – Por exemplo, cada um fica com 10% de onde tb sairão os custos extras). ex: 100-15%-20%

    3) No mercado, essas comissões são pagas no preço sem os impostos.
    Para não haver lucro sobre ele

    4) Acontece que quem emite a nota é a fabrica … assim minha conta não fecha.
    O cliente precisa receber a nota com os impostos destacados e não pode calcular nossa margem.
    Como devo fazer???
    Acho que preciso de uma formula que calcule isso

    Tem alguém pra me indicar aqui em SP que possa me ajudar?

    Obrigada
    Gabriela

  • Adriano Lacerda

    Está correto dizer então que:
    O Markup é sobre o preço de venda
    A Margem é sobre o preço de custo

    Logo temos.

    Empresa 1 ………….. Empresa 2
    PV=R$100,00 ………. PV=R$111,00
    PC=R$100 ………….. PC=R$100,00
    Margem=R$10,00 ….. Markup=R$11,00

    Empresa 1 …………. Empresa 2
    10/100=10% ……….. 11/111=10%

    • http://ema.net.br Itamar

      Adriano, esses modelos já estão largamente exemplificados no artigo e nos comentários acima. Mas vamos repetir:

      Não sei o seu ponto de vista, pode ser que você esteja vendo de um jeito que eu não consegui perceber. Mas para simplificar:
      – O markup é um multiplicador e é aplicado sobre o preço de custo.
      – E a margem é aplicada sobre o preço de venda.
      – Mas para calcular o preço o preço de venda pelo método da margem a fórmula usa o custo, como vc pode ver no artigo.

      O correto é:
      PV=R$100,00
      PC=R$100,00
      Margem=R0,00 (0%)

      Agora se:
      PV = 110,00
      PC = 100,00
      Margem = R$10,00 (10/110=9,09%)

  • Ricardo Ribeiro.

    Olá Itamar, gostei muito do blog e me senti confortável em perguntar.
    Estou na iminência de abrir um negócio e não sei como calcular o preço de venda de um produto “x” qualquer, tipo impostos, funcionários e o que mais devo levar em conta na hora da formação do preço final e claro chegar a meu lucro e decicir se será vantajoso ou não entrar nessa empreitada?

    • http://ema.net.br Itamar

      Então Ricardo esse artigo explica de maneira bem simples (eu acho) dois métodos básicos. O método da margem bruta é mais didático e bom pra quem tem um software específico ou planilha eletrônica tipo Excell.

    • http://ema.net.br Itamar

      Ricardo, veja a formula da margem detalhada e os comentários. Ta tudo ali. Mas eu lhe diria que o ideal é você pesquisar o preço do mercado e so depois calcular a margem pra se vale a pena entrar nesse mercado.

  • rosana s b spino

    Boa tarde
    tenho uma loja de semijoias e tentei fazer alguns exercícios mais estou errando em algum ponto que não encontro. E tem mais tenho que fazer de cada produto? Afinal são mais de 100 itens não consigo um indice geral para colocar no meu programa?
    Agradeço sua resposta

    • http://ema.net.br Itamar

      Rosana, você pode fazer o cálculo de um produto por qualquer um dos métodos (margem ou markup) e depois usar o índice pra todos os seus produtos ou um índice para cada grupo de produtos.

  • Adrian

    Olá amigo, tenho uma empresa no ramo de recarga de cartuchos, toners, venda de cartuchos originais, remanufaturados e manutenção em impressoras.
    A dúvida é:
    Como faço pra formar meu preço final? Quais são os gastos que tenho que colocar na questão de formar preço? Por ex: A recarga de um cartucho, eu cobro 10.00 em média (gasto pra recarregar ele R$ 0.98) estou inserido no simples nacional que é 4.5% meu aluguel é 300.00 pago R$1.074,00 de salário funcionários (não tenho um valor estipulado para mim de salário) ou seja não tinha, mais preciso ter, então vamos sugerir R$ 2.000,00 de pro labore) tenho despesas de R$160.00 de gasolina da moto por mês pelas entregas dos cartuchos, gastos com água e luz de 46.90 honorários extra contábil 150.00 mês …essas informações ajudam a compreender melhor minha situação, confesso que sou péssimo em cálculos, porém a necessidade me obriga a ir a fundo e me superar, preciso aprender fazer esses cálculos de preços, pretendo crescer meu negócio é não posso me limitar porque não sei muito de matemática, por favor me ajude, estou atolado em dívidas (no vermelho) e preciso fazer alguma coisa pra melhorar minha situação! Caso necessite de maiores informações, lhe darei sem  problemas.
    Gostaria que no exemplo que vc me enviasse, fizesse também a mesma base para o cálculo na recarga de toner, ex: 01 Recarga de toner hp 285A custa (preço de venda da recarga) R$30.00 em média. E eu para fazer gasto de matéria-prima R$ 6.31 (com os mesmos gastos acima relatados)

    Se você puder me ajudar de maneira mais clara possível ficarei grato.

  • rodrigo

    no caso o que vc precisa é de aumentar o volume de recargas com promoções, pois a sua margem é boa, se talvez vc fizesse uma redução na margem para ganhar mais clientes poderia dar certo. Ir atras de novos clientes, oferecer atendimento personalizado. Faz uma tentativa que dará certo.

  • Edson Jose dos Santos Silva

    Itamar, Bom dia
    Em primeiro lugar gostaria de parabeniza-los pela orientacao dada aos seus interlocutores.
    O meu caso é ; tenho uma empresa lucro presumido em que tenho que destacar icms de 18%. Adquiro produtos de uma empresa ME que destaca 3, 89% icms. A nossa venda é feita com n.f. . Gostaria de saber quanto fica o preco de venda tendo em vista todos os impostos aqui citados , comprando uma mercadoria ao preço de R $4, 50 a unidade. Poderia me orientar qual a melhor forma se é atraves do mark-up ou da margem de lucro ? Tem como me dar esta orientação. Agradeco antecipadamente.

    • http://www.setelombas.com.br Itamar Vieira

      Edson, seguem mais alguns diferenciais:
      – MARKUP, mais indicado para pequenas empresas em que há muito giro e toda hora está chegando NF com produtos e não há tempo para ficar analisando todos os dados. Faz-se uma análise mensal ou trimetral, gera-se um markup para sessão da loja ou tipo de produto e aplica-se o markup sobre o custo de cada produto usando uma calculadora apenas. Pra quem tem pressa, poucas pessoas ou não tem um sistema esse é o método mais rápido e funciona.
      – MARGEM, quando há recursos (sistema de gestão ou planilhas) e tempo para analisar melhor os dados com frequência. A grande vantagem é o nível de informação que gera e a percepção maior de cada componente do preço de cada produto e consequentemente da sua receita mensal. Mas quando pega-se prática, até o método da margem dá pra fazer com um caderno e uma calculadora bem rapidinho.

      Mas para uma gestão mais organizada e eficaz, quando for possível, use um sistema de gestão usando o método da margem bruta. Como o Ema ERPx, para pequenas empresas.

  • ARIEL

    Ola Itamar, muito bom e elucidativo seu exemplo!
    Uma questão que vai um pouco além mas talvez possa me ajudar.
    Voce acha que trabalhar com um markup de cerca de 30% no varejo de modas e calçados pela internet é pouco ou está dentro da realidade de mercado atual?

    grande abraço Ariel

    • http://www.ema.net.br Itamar

      Ariel, não temos essa informação, mas se você pesquisar o custo de aquisição dos produtos que deseja vender e depois pesquisar os produtos nos sites concorrentes, vai ter uma ideia do seu mercado. É só dividir o preço do concorrente pelo custo e somar a 1. Esse será o markup médio do mercado.

      • ARIEL

        Caro Itamar, muito grato pela sua dica!

        gde abço Ariel

  • Hugo Vicentin

    Bom dia Itamar : Parabens pelas informações e pelas dicas.
    queria consultar si Voçe tem uma ideia de cuais seriam (dentro dos custos variáveis) os impostos sobre produto e suas porcentagens.
    Pra dar um exemplo eu estou começando a produzir uma linea de sandalias com um custo fixo (materiais, fabricação, frete e packagin) de 30R$, queria um lucro de 20% , mais comiçao de vendedores de 14%, Só faltaria eses impostos a somar? pra depois fazer os cálculos de Markup?. Mas queria saber esatamente em que momento carregar os impostos e a comicao de vendas antes o depois um do outro. Disculpa se nao fui claro na minha ideia.
    Muito Obrigado

    • http://ema.net.br/2009/07/preco-margem-x-markup/ Luiza

      se você é do lucro real você ainda tem que acrescentar pis (1,65%) cofins (7,60%) irpj+csll (1,2%) e mais o seu custo fixo (suponhamos q seu custo fixo seja de 10% daria um valor de venda ideal de aproximadamente R$48,75

  • Samuel

    Ola Itamar, sou proprietario de um supermercado e estou quebrando a cabeca para acertar na formacao de preco. Meu estabelecimento esta inserido no lucro real, mas nao sei exatamente quais e qual a porcetagem de impostos devo incluir na formacao do preco de venda. Entendi muito bem o metodo explicado massivamente neste blog, mas tenho duvida na questao acima. Voce poderia me auxiliar?

    • Rubens

      Samuel no seu caso os preços tem q ser calculados com base em um Mix de produtos, para que os custos e despesas sejam distribuídos de forma proporcional. Mas que juntos formem o preço de venda ideal para que os resultados sobre as projeções sejam alcançados.

  • norberto teixeira

    Itamar boa tarde,

    Esclarecedor seus comentarios,mas ficou uma dúvida,quando vc fala em preço,é para considera-lo sem impostos (icms,pis e cofins) correto???