Blog

Liderança consciente e generosa que inspira

Liderar com amor é mais eficaz que disseminar o medo

André Marchioro
CEO Ema | Pessoas e negócios
com propósito me fascinam
24 Junho 2020 | Quarta-feira 06h23

Liderar com amor

Sei que a palavra "amor" não é muito adequada no mundo dos negócios, muitos dizem inclusive ser utópica, mas eu não compactuo com este pensamento e quero fazer uma provocação neste artigo.

Bom, se nas empresas o que existe basicamente são pessoas, máquinas e processos, e estes dois últimos são criados pelas pessoas, pergunto: Uma pessoa trabalha melhor se for tratada com amor ou ameaçada, ou até mesmo pressionada?

Você já deve ter visto aqueles ambientes de trabalho que mais parecem uma panela de pressão. São ambientes que literalmente fervem, tendo sempre um homem querendo um relatório, descontente, brigando, falando alto, especulando sobre as metas, resultados, etc. Normalmente nesses lugares o absenteísmo é maior, onde as pessoas produzem menos. O medo acaba paralisando as pessoas.  Ambientes com estado de ameaça e medo, não tendem a ser criativos, e o desengajamento e desalinhamento crescem muito, prejudicando o desempenho de todos e elevando o turn over.

Agora imagine um ambiente harmonioso, que todas as relações são tratadas com amor, com respeito, carinho, e mesmo assim pode gerar resultados, não precisando ser resultados exorbitantes, mas resultados satisfatórios afim de promover o crescimento natural das pessoas e da empresa.  Imagine um líder que ao invés de apenas cobrar as metas numéricas, ele toma decisões com amor. Afinal, ele gosta e conhece sobre pessoas, incentiva momentos de descontração, abraços entre os colegas, ele agradece as pessoas pelo trabalho realizado, reconhece as pequenas e grandes conquistas, incentiva ações sociais, ele vibra, ele celebra com todos, independente de cargo ou função que a pessoa ocupa na empresa.

Sim! É um assunto polêmico, muitos executivos podem até dizer que sou louco, mas eu não ligo,  eu prefiro liderar com amor, e é isso que procura desenvolver em meus liderados.

Consciência + Generosidade = Inspiração
Líderes conscientes são aqueles responsáveis por servir o propósito de uma organização, criando valor para todas as partes interessadas e cultivando uma cultura de de confiança e cuidado. Líderes generosos são pessoas que desejam, incansavelemente, ver seus liderados crescerem na carreira, prosperarem, realizarem seus sonhos. Eles verdadeiramente torcem pelo sucesso das pessoas, sentindo-se honrados em dar aumentos, prêmios, melhorar as condições de trabalho da sua equipe.

Para ajudar na didática e explicação, compartilho um vídeo de um grande ídolo e líder mundial, Jack Welch, em sua fala ele vai ressaltar com muita felicidade a importância da generosidade de um grande líder, e qual o seu verdadeiro papel em uma organização.



O vídeo traz grandes ensinamentos, e se você é um líder assista pelo menos umas 5 vezes este vídeo até que você extraia dele pelo 10 lições para melhorar sua liderança. Em muita gente, as vezes é até um tapa na cara. Mas vamos lá.

Preste atenção nestas últimas duas frases, caso você deseja ser um líder inspirador:
  • "Deus lhe deu um trabalho em que você é responsável pela vida de outras pessoas. Isso é grandioso! Você tem famílias pelas quais é responsável."
  • "Torne isso um grande sucesso para elas. Vocês têm uma das glórias da vida, que é impactar a vida das pessoas. Agarre isso. Aperte isso. E tire vantagem disso."
Se você quer ser um líder eficaz e inspirador, reflita sobre estas últimas duas frases. Se você sentir algum sentimento, algum arrepio é porque você provavelmente já é uma pessoa inspiradora. Por isso, aproveite e viva intensamente, potencializando e impactando a vida das pessoas.
 
Conclusão
Muitos executivos e entendidos de negócios vão dizer que sou louco, mas eu pouparia de me chamarem de tal pois sei que sou mesmo, pois me sinto realizado exercendo uma liderança assim consciente e generosa.

Liderar não é fácil, não é simples, você carrega sempre consigo grandes responsabilidades, grandes desafios, e tudo isso tem um peso. É preciso estar sempre muito bem treinado, preparado e equilibrado para suportar os desafios que irão aparecer durante a jornada. E não se esqueça: muitas vezes um líder é solitário, mesmo junto das equipes. Existem momentos em certas decisões que ele terá de pensar sozinho. Portanto, seja uma boa companhia para você mesmo, quem sabe assim você se sentirá mais acolhido.

Por fim, quero ressaltar o sentimento de realização e alegria quando tudo isso se torna realidade, quando você consegue impactar a vida das pessoas, engajar pessoas incríveis, pessoas estas que vibram na mesma frequência que você, que acreditam na filosofia e estilo de vida da empresa que você dirige, pessoas que sonham os mesmos sonhos e ajudam você a conquistar.

Como líder, sei que tenho muitos pontos a melhorar na minha jornada, que é um caminho longo ainda a seguir, afinal tenho apenas 39 anos e estarei sempre aberto a novos aprendizados.

Para mim, 
liderar não é possuir seguidores,
mas sim, desenvolver novos líderes.